Comunidade

12/11/2019 10:18

Fazendeira investigada por fraudes na Sema paga 5 mil equipamentos em acordo

Uma fazendeira investigada por fraudes no Cadastro Ambiental Rural (CAR) na Operação Polygonum, em abril deste ano, assinou um termo de ajustamento de conduta (TAC) e pagou 5.323 equipamentos para a Secretaria de Meio Ambiente (Sema). O recebimento dos materiais foi divulgado no Diário Oficial do Estado que circulou na segunda-feira (11).

A proprietária de duas fazendas em Ribeirão Cascalheira (900 km a leste de Cuiabá) realizou a entrega dos equipamentos em 22 e 29 de outubro. Na primeira dada foram recebidos pela Sema 23 rádios de comunicação digital.

 

 

A segunda entrega foi a mais volumosa. Foram 410 porta cantis, 410 cantis, 410 capas de chuva, 410 mochilas, 410 repelente, 410 camisas, 410 chapéus, a.200 camisetas, 410 coletes e 410 coturnos.

 

A Operação Polygnum investigou uma organização criminosa que realizava fraudes na Sema. Servidores da Secretaria inseriam informações falsas no sistema do CAR, para regularizar propriedades com irregularidades, o que permitia a solicitação de financiamento e anistia de multas.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo