Noticias

02/01/2020 18:18

HMC fecha 1 ano com 164 mil atendimentos

Com apenas um ano de funcionamento, o Hospital Municipal de Cuiabá - Dr. Leony Palma de Carvalho já realizou 164.117 procedimentos médicos. 

Ao todo, o levantamento dos 12 meses de funcionamento, computados desde a entrega da obra física em 28 de dezembro de 2018 até esta terça-feira 31/2019 apontam que o HMC já realizou 13.957 consultas especializadas, 1.862 internações em enfermarias entre adultos e pediátricas, 299 internações em Unidades de Terapia Intensiva - UTI e mais 61 internações no Centro de Tratamentos de Queimados - CTQ. 

 

Além disso, foram realizados 139.863 exames laboratoriais de análises clínicas e mais 7.169 exames especializados. 

Na urgência e emergência - onde está situado o novo Pronto Socorro, os 30 dias de funcionamento computaram 2.571 atendimentos à pacientes com estados de saúde extremamente agravados. Sendo que, 407 destes necessitaram de procedimentos cirúrgicos de média e alta complexidade. 

De acordo com o diretor da Empresa Cuiabana de Saúde Pública - ECSP, Alexandre Beloto, o relatório de balanço demonstrou que além de Cuiabá, o HMC contemplou pacientes de mais 136 municípios de Mato Grosso e ainda de outros Estados e até de países vizinhos. 

“Atendemos pacientes de todos os cantos de MT. Do Médio Norte, Nortão, enfim do mais próximo ao mais longe de Cuiabá. E, além disso, também recebemos pacientes de outros Estados como é o caso por exemplo de Aparecida de Goiânia – GO, Ministro Andreazza – Rondônia, Ituiutaba – MG, Colombo e Maringá -PR. Dois desses pacientes que não residiam na Capital foram trazidos de helicóptero do Ciopaer, graças ao heliponto que está proporcionando celeridade aos atendimentos de emergência”, pontuou o diretor.

Para o prefeito Emanuel Pinheiro, o número expressivo de procedimentos, bem como a quantidade de municípios atendidos, reforçam a importância do HMC que é, segundo o Ministério da Saúde, o maior complexo hospitalar do Centro Oeste. 

“Cuiabá sempre exerceu um papel fundamental na Saúde Pública de Mato Grosso. E agora, os dados mostram com clareza o que pra nós é motivo de  muito orgulho:  o HMC esta salvando vidas não apenas de Cuiabá e MT, mas também de estados e até países vizinhos como a Bolívia e Paraguai- que também aparecem no relatório. O Ministério da Saúde já havia nos dado o título de maior empreendimento público de Saúde do País e nos adiantado de que, com o HMC, Cuiabá avançaria o SUS de MT em 20 anos. E, em apenas 12 meses, já podemos contemplar essa virada de página que nossa gestão prometeu e não está mendindo esforços para realizá-la. A gratidão é saber que nosso trabalho está rompendo fronteiras e levando atendimentos humanizados a quem veio buscar socorro na nossa amada e hospitaleira Cuiabá”, enfatizou Pinheiro. 

Segundo o Secretário de Saúde, Luiz Antônio Pôssas de Carvalho 2020 terá números imensamente maiores. “Lembrando que o HMC foi entregue em seis etapas e que a última só possui 30 dias de funcionamento total. Ou seja, a gestão Emanuel Pinheiro optou por abrir em fases- garantindo assim que todas as exigências legais fossem rigorosamente compridas e, mesmo assim, alcançou esses números impressionantes. Em pleno funcionamento, temos  capacidade instalada para mais de 50 mil atendimentos/mês. Esse é o maior exemplo de que Cuiabá dá certo! E todo esse trabalho está sendo consolidado por um cuiabano, um legítimo filho dessa terra. E isso é motivo de grande alegria para todos nós”, finalizou Pôssas.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo