Noticias

14/05/2020 13:21

AL aprova liberação para governo contrair empréstimo de U$ 56,2 milhões

Thiago Andrade

thiago@gazetadigital.com.br

Os deputados estaduais aprovaram na noite desta quarta-feira (13), em sessão extraordinária, o pedido de liberação para contrair empréstimo de de U$ 56,2 milhões, cerca de R$ 330 milhões em cotação atual, para iniciar em Mato Grosso um programa melhoria na tecnologia entre usuário e governo.

A bancada do governo votou pela aprovação do projeto. Os deputado Ulysses Moraes (DC), Lúdio Cabral (PT) e Valdir Barranco (PT) foram contra o projeto do governador para um novo pedido de empréstimo. Já o deputado Elizeu Nascimento (DC) se absteve da votação.

 

A votação foi confusa porque os deputados passaram o tempo de discussão falando sobre a mensagem 50, que foi rejeitada pelos deputados, mas numa recontagem dos votos a matéria acabou sendo aprovada.

 

Leia também - Sob recontagem de votos, AL eleva salários de servidores

 

O deputado Xuxu Dal Molin (PSC) disse que o governo acerta ao pegar os recursos para modernizar os seus sistemas. Lembrou, que paralelamente, os deputados discutem a melhoria da rede de internet no interior do estado. O texto aprovado pelos deputados estaduais estabelece um trabalho pela conectividade no interior.

 

Os recursos serão pegos com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a União será a garantidora do empréstimo. Antes de pegar os recursos, a União, através do Tesouro Nacional,  vai avaliar a capacidade do governo para contratar um novo empréstimo. Depois, o governo federal precisa mandar um projeto liberando o empréstimo ao Senado. O empréstimo precisa ser aprovado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e no Plenário da Casa Revisora.

 

O governo terá 60 meses para pagar a primeira parcela do empréstimo. Os recusos serão pagos em 300 parcelas, com juros de 3,5%. 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo