Politica

27/04/2020 17:45

Misael quer informações técnicas sobre critérios de reabertura do comércio em Cuiabá

A Prefeitura de Cuiabá, por meio do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, deverá apresentar à Câmara Municipal informações técnicas de atuação, estudos, levantamentos  e critérios adotados para as tomadas de decisões relacionadas à questão do isolamento social e parcial da atividade comercial como medida de enfrentamento à Covid-19, em Cuiabá.
 
A solicitação é do presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão, que apresentou o requerimento na sessão ordinária do último dia 24 de abril. 
 
Em suma, o requerimento solicita relatórios epidemiológicos sobre a evolução do Covid-19 em Cuiabá o cenário da evolução da doença que são projetadas para as próximas semanas atas das reuniões e documentos com estudos técnicos que embasaram as decisões adotadas pelo pela prefeitura, relacionadas ao isolamento social e à liberação apenas parcial da atividade comercial na cidade de Cuiabá.
 
Conforme explica Misael Galvão, a Câmara de Cuiabá está presente e acompanhando todos os trabalhos em relação ao Coronavírus, resguardando a saúde e interesse da população. “Fiscalizar é o nosso dever. E para cumprindo este dever fiscalizatório das ações do executivo municipal necessitamos de esclarecimentos sobre as atividades do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus da Prefeitura de Cuiabá”, explicou Misael.
 
Para o presidente da Câmara, deve-se manter a população mais bem informada. “Estamos buscando parâmetros para embasar as decisões do prefeito frente ao Covid-19, uma vez que o legislativo é o representante legítimo direto do povo e por isso a prefeitura tem a obrigação de emitir notas explicativas a bem informar a sociedade como já vem fazendo mas faltando alguns pontos”.
 
ECONOMIA – Misael Galvão destacou que vai atuar de forma rígida na fiscalização das ações de combate ao Coronavírus, apoiando todas as ações que visem a segurança e a saúde da população, mas que não permitirá que milhares de famílias cuiabanas entrem em “desespero econômico”  sem estudar todas as possibilidades de flexibilização do isolamento e da abertura do comércio.
 
“Qual embasamento para a decisão (sobre o secreto nº 7.866) pelo ponto de vista econômico das relações do comércio? Qual o protocolo sanitário que estabeleceu estas medidas? E como chegou ao entendimento de abertura de apenas alguns setores do comércio? Por qual razão e justificativa das datas diferentes de abertura? Estas são algumas das perguntas que a população tem me feito e vou ajudar a responder”.
 
DECRETO – De acordo com requerimento enviado, a Câmara busca resposta a respeito da assertividade das medidas já adotadas, e que deverão ser adotadas, pelo Poder Executivo Municipal em relação à liberação para funcionamento de apenas alguns setores do comércio e continuidade do isolamento social com informações técnicas.
Isto, conforme o decreto nº 7.866, que fez a flexibilização na abertura dos comércios mas não incluiu restaurantes, salões de beleza, academia, shoppings e feiras livres por exemplo.
 

Da Assessoria


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo