Politica

06/05/2020 18:03

Prefeito suspende temporariamente ações dos drones e encaminha contrato para análise do TCE, MPE e OAB

Prezando pela transparência na administração pública, o prefeito Emanuel Pinheiro, anunciou nesta terça-feira (06) que irá encaminhar o processo de contratação do serviço de desinfecção com drones para análise do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT). Segundo o gestor, nesse período, a execução das atividades com esses equipamentos ficam, temporariamente, suspensas. 

Desde a segunda-feira (04), a Prefeitura de Cuiabá passou a utilizar nas ações de desinfecção três drones, com capacidade de 10 litros cada. Além dos veículos de voo não tripulado, o contrato prevê ainda o fornecimento dos pilotos para manuseio especializado dos equipamentos, pelo valor mensal de R$ 280 mil, com prazo de validade de 90 dias. Os drones voltam a operar após o parecer dos órgãos de controle e fiscalização. 

“Surgiram muitas informações falsas que confundem a sociedade. Mas, o que nos importa é garantir para toda sociedade a lisura da nossa gestão e assegurar que nenhuma dúvida paire sobre as nossas decisões, especialmente nessa época tão séria e de muita responsabilidade com relação a pandemia. Queremos que seja inspecionada toda conformidade, preço de mercado e tudo que for necessário”, explicou o prefeito. 

O chefe do Executivo municipal destacou ainda que, igualmente feito ao TCE, cópias do contrato também serão enviadas ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT) e a Ordem dos Advogados do Brasil — Seccional Mato Grosso (OAB-MT). “Peço apenas a nossa Corte de Contas que dê prioridade nessa demanda, pois precisamos dar sequência nesse trabalho para garantir a força-tarefa completa da desinfecção”, completou. 

O emprego de drones na desinfecção é uma sequência do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Município desde o mês de março. No primeiro momento, o serviço foi colocado em prática por meio do uso de seis borrifadores costais e, posteriormente, ganhou o reforço de dois caminhões-pipa. Com esse aparato, em pouco mais de 30 dias de operação, 377 ações de desinfecção já foram realizadas.

“Todas as medidas que adotamos tem como principal objetivo garantir o cuidado e o zelo com a saúde da população. Lançamos os borrifadores, que higienizam os pontos de ônibus, parques, praças e unidades de saúde. Iniciamos também o mesmo trabalho com a utilização de caminhões-pipa. E, por último, passamos a utilizar os drones, com uma tecnologia de ponta que irá otimizar nosso enfrentamento à Covid-19”, pontuou Pinheiro. 

 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo