Politica

14/05/2020 12:31

Mais uma ação emergencial realizada na terça-feira (13) pela equipe do serviço de abordagem social da Secretaria Municipal de Assistência Social, Dire

Dentre as primeiras decisões, está a utilização de um protocolo de encaminhamento de pacientes infectados

NAIARA LEONOR

O prefeito Emanuel Pinheiro se reuniu na tarde desta quarta-feira (13), no Palácio Alencastro com secretários de Saúde de seis municípios da região da Baixada Cuiabana e representantes do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Mato Grosso (COSEMS/MT) pra unificar a ação de combate a interiorização do novo Coronavírus no Estado. Dentre as primeiras decisões, está a utilização de um protocolo de encaminhamento de pacientes infectados. 

“Pandemia não tem fronteiras e por isso Cuiabá é Mato Grosso neste momento. A maioria dos municípios não tem estrutura técnica para fazer frente a esse vírus. Tem ótimos secretários, mas não tem estrutura. Cuiabá vai suportar todo o reflexo que vier da interiorização da doença, isso já está mais que comprovado. Então tomamos a vanguarda de chamar os demais municípios da Baixada Cuiabana para uma primeira conversa, e o COSEMS acabou de solicitar que a gente amplie essa conversa com todo o Estado”, explicou o prefeito de Cuiabá. 

Acorizal, Barão de Melgaço, Jangada, Nossa Senhora do Livramento, Nova Brasilândia, Santo Antônio do Leverger, Apoiadora da Baixada Cuiabana. Esses são os seis municípios que enviaram seus representantes para a primeira reunião da aliança entre as cidades da baixada cuiabana na luta unificada contra a interiorização do novo Coronavírus em Mato Grosso. 

“Tomamos a frente de como fazer o enfrentamento pelo sucesso que Cuiabá está tendo. Para que não estrague o enfrentamento de Cuiabá e o preparo que a população está fazendo e todas as restrições, para que tudo não seja em vão, a gente vai delinear e tomar a decisão do norte do enfrentamento com os demais municípios”, comentou o secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho. 

Como cidade mais bem preparada e referência em atendimento em saúde no Estado, é importante que Cuiabá, mesmo com uma queda nos casos confirmados de Coronavírus com relação ao Estado, se prepare e auxilie os demais municípios na triagem, atendimento e caso necessário, transferência de pacientes.  

“É preciso reconhecer a competência de Cuiabá no enfrentamento a pandemia. As medidas tomadas na capital dão força para que sejam tomadas e aceitas no interior. Todos os municípios que estação aqui nesta reunião estão acordados em seguir as mesmas diretrizes de Cuiabá para agir em conjunto contra o avanço do vírus. É preciso um fio condutor que fale a mesma língua para uma reação coordenada”, finalizou Larissa Raquel, apoiadora do COSEMS na Baixada Cuiabana.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo